terça-feira, 2 de junho de 2009

de um leitor


O barracão de Aver-o-mar



O presidente Macedo Vieira disse à comunicação social que a Câmara vai demolir uma antiga escola em Aver-o-mar, que está em ruínas, e que esse barracão será a primeira demolição de todos os edifícios degradados que estão no areal, para dar continuidade á marginal até Aguçadoura.

Ora isto não é novidade porque a demolição daquelas casas já está prometida há muitos anos. Este anúncio aparece agora porque estamos em ano de eleições. Era bom que o povo de Aver-o-mar abrisse os olhos e não se deixasse comer por lorpa, que é o que estão a querer fazer.

Há uma outra coisa e muito importante a este respeito. O presidente Macedo Vieira diz que a Câmara vai comprar a casa velha , que já foi uma escola, por 75 mil euros, que foi a proposta apresentada pela empresa M.Rodrigues & Ramos.

Não acredito que o barracão valha essa exorbitância, porque o prédio não vale nada, está em ruínas e naquele terreno não se pode construir, e portanto tem muito pouco valor.

Além disso também acrescentou que foi para ajudar a empresa que está com dificuldades financeiras ou na falência, mas nós não temos nada a ver com isso, e portanto não temos que pagar um jeito que estão a fazer a uns amigos, que dizem que estão arruinados, mas eu não acredito.

Quem vai pagar esses milhares de euros somos nós, com os nossos impostos.

Quer-me parecer que o valor da avaliação do barracão é exagerado, e já agora sempre quero ver quanto é que vão pagar pelas outras casas que vão ser demolidas.

Como pertencem a gente sem posses, vão-lhes dar uma côdea.











24 comentários:

Mário de Sá Peliteiro disse...

Comuna uma vez, comuna para sempre.
Lá está o ímpeto intervencionista do nosso Presidente, lá está a tentação da interferência do Estado na economia privada - se os donos do terreno estão falidos ou não pouco interessa, não é da conta da Câmara.

É claro que esta concepção avermelhada da economia também se presta a subjectividades indesejáveis.

Anónimo disse...

Quer então dizer que foi um erro o Marques Mendes ter convidado o Macedo Vieira para militante do PSD? Chamar comuna a um militante do PSD é não perceber nada de nada. É assim que ajudam o Renato?

Anónimo disse...

http://ww1.rtp.pt/multimedia/index.php?tvprog=24383

Anónimo disse...

Ah, agora começo a perceber todo o plano. O Macedo Vieira é um "submarino" do PCP. Está lá há 16 anos num plano secreto orquestrados pelos comunas para tomar o poder a nível nacional! Por isso as amizades com o Cancela, Reina, entre outros. O Vital Moreira foi outro "submarino" lançado no PS. Assim com a Zita Seabra no PSD. O Miguel Portas controla o BE e talvez até o seu irmão, Paulo Portas no CDS...
Em breve teremos a ditadura do proletariado instalada em Portugal.
Vocês sabem do que eu estou a falar...
Agora só falta um segundo comentário para provar a teoria do Tony...

Anónimo disse...

Agora o segundo comentário que prova que o Tony não está paranóico e que os comunas usam a táticas dos 2 comentários de cada vez, herdada do 4-4-2 do Lobanovskyi na selecção da União Soviética com 2 pontas de lanças e com o Oleg Blokhin a facturar a ponta de lança:
É típico dos socialistas poveiros, com o magala, o buenos, o kilores, etc. é só galhofa e chacota.
Mal cheira a alguém que alguma vez se tenha sentado a beber um café com algum comuna ou alguém que tenha trocado cromos com um comuna, toca a mostrar os dentes. Assim, meus amigos, o Magala hade durar por longo tempo. Na hora da verdade não passam de PSD sem D.

Anónimo disse...

Estava a ler estes comentários e, talvez por distracção minha, quiçá pelo embalo das ilustres ideias vertidas sobre o que Mário Peliteiro deu como mote, a propósito do dr. vieira, lembrando o seu passado como militante envergonhado do PCP, na área do MDP/CDE, fiquei espantado, se é que ainda me posso espantar com o que os pobeiros pensam, fazem e dizem, tentando defender ou limpar o dr. vieira, recorrendo para tal ao insulto de quem sabe do que fala. O dr. Mário Peliteiro, sabe bem do que fala. E sabe também quanto custa saber que o PSD tem sido um bom ninho de cuco para comunistas. A raiva da sua critica é justa e justificada. É que Mário Peliteiro, nunca foi de duas caras. Foi sempre do PSD. Sóos ditos PSDs pobeiros não sabem. Aqui fica a lembrança. Engulam o dr. vieira e quejandos, mas não ofendam os PSD por convicção. Muitio menos confundam com o PS.


pobeirinho sem ser pela graça de deus

Anónimo disse...

Está provada a teoria da conspiração! Os comunas mandam nisto tudo, só que ninguém percebe, nem o eleitorado que continua a dar valores ridículos ao PCP na Póvoa. Se querem votar comuna votem macedo!

Anónimo disse...

Os comunas compram o "El País" e o "Le Mond" para o Macedo e chega.

A partir daí o Macedo, de tão imbecil, abre logo as pernas e eles passam todos por intelectuais.
E assim realiza-se o utópico: o povo chegar ao poder.

Anónimo disse...

1ª PARTE do POST:


Que confusão de ideias: alguém anda aqui a querer dividir para reinar, claro que não vai conseguir, porque artificialmente não se consegue enganar os poveiros, que sabem muito bem o que melhor lhes convém:

Ora vamos a factos: Desde as primeiras eleições que se viu que a Póvoa é um concelho de direita;

O PS (no tempo do tal MDP-CDE) ainda teve uma chance de agarrar o poder mas a burrice dos seus dirigentes de então(F. Terroso, Eurico Campos, Ramõa, etc) deitaram tudo a perder com a estória dos padres de Averomar o que fez com que mais de 1000 votos fossem cair do céu ao MDP-CDE, então o PS perdeu a câmara por uns miseros 300 votos (vejam lá a inteligencia que desde sempre acompanhou o PS Póvoa!).

De então para cá, o PS andou o tempo todo encostado ao poder instalado no CDS (que cresceu com o esvaziamento do PS após o falhanço inicial do Terroso), eram frétes atrás de frétes, corrupções atrás de corrupções (é ver aonde chegou a fortuna do Ramõa, um misero topógrafo com o 5º ano da Escola Comercial casado com uma triste professora primária);

A acompanhar este Ramõa temos o professor primário A. Meneses (servidor exemplar de H. Campos Cunha e do padre M. Vaz - seu vizinho), sobre este nem vale a pena falar porque toda a gente conhece as suas estórias de corrupção e corrupção;

Seguiu-se um pobre diabo de quem já nem me lembro o nome (agente técnico agrário, ou regente agricola, a quem o PS promoveu a Engenheiro, tentando assim enganar os poveiros); claro que quando se tenta enganar os eleitores isso reflete-se nas urnas e o PS teve o pior resultado de sempre (por pouco não elegia nenhum vereador), este seguiu o exemplo dos outros e encostou-se ao Campos Cunha e aos seus interesses imobiliários;

A seguir a estes vieram outros e outros, todos de nivel politico mediocre e que não fizeram mais nada que bajular o CDS e depois o PSD comprometer-se com o poder instalado e com as suas asneiras, designadamente no urbanismo e descaracterização da cidade;

Finalmente e após trinta e tal anos de asneiras atrás de asneiras, surguiu J.J. Silva Garcia um homem com alguns conhecimentos técnicos na área do urbanismo, alguma capacidade politica, com ambição de poder e acima de tudo com dotes na escrita, só tinha um handicape: já tinha corrido todos os outros partidos mas, apesar deste calcanhar de aquiles, era credível e vendável eleitoralmente e viu-se como fez frente a M. Vieira, como finalmente o PS Póvoa foi capaz de se opôr ao PSD, apresentava ideias e propostas válidas para a nossa terra, mostrava que era melhor que o PSD e estava no caminho certo: Mais tarde ou mais cedo os poveiros (apesar da sua inclinação para o lado direito) haveriam de reconhecer que a Póvoa só tinha a ganhar com a mudança e isso seria inevitável (são as leis da vida e da natureza quem determinam esta inevitabilidade!)

Anónimo disse...

2ª Parte do Post:

Agora, o PS resolveu fazer marcha atrás e regressar à sua velha lógica atrás descrita; escolhendo um canditado comprometido com o aparelho e os tachos do PS, pouco experiente e acima de tudo escolhido porque o PS Póvoa deixou de ser um partido ao serviço de uma comunidade para se transformar num instrumento manipulado e ao serviço dos designios de uma unica pessoa: Ilidio Pereira, pai do candidato;

Portanto, esta confusão de ideias, esta vontade em querer dividir para reinar só mostra a desorientação e o desespero a que esta gente já chegou, mostra também que agora estão a pousar os pés na terra e a cair na realidade, vendo que antes de entrarem em campo para jogar já estão derrotados, que não vão conseguir enganar os poveiros.

A titulo de remate, deixo-lhes aqui uma recomendação: Ainda vão a tempo de emendar o erro, arranjem um novo candidato, façam novas listas com gente credivel e descomprometida com aparelhos e interesses pessoais, procuram entre os poveiros os mais capazes, os mais dotados, os mais crediveis. Existem cá em quantidade significativa, é só escolher e se mesmo assim não conseguirem formar as listas com perfil vencedor(o que duvido!), pois falem com o JJ Garcia, porque ele mesmo tendo desistido (tendo em conta os factos, isso até foi uma atitude politica aceitável) garante ao PS e aos poveiros uma disputa interessante e mobilizadora e, se tiveram a coragem para emendar o erro cometido, estão a prestar um bom serviço à Póvoa e ao PS e a retomar o caminho da vitória e do poder iniciado há 4 anos atrás.

póvoa de varzim online disse...

Só que se esquece de uma coisa amigo e isso é reflexo da sua idade avançada que os comentários não escondem:

Os tempos políticos são outros, a capacidade de sindicância do poder por parte dos cidadãos é muito superior à de 30, 20 ou 16 anos atrás.

E nunca o PS local apresentou um candidato tão jovem, dinâmico e sensível para os problemas da cidade como o Renato.

E, segundo a sua teoria, chega-se à legitimação de Macedo Vieira. Não é?

Cheira novamente a CDU. Tresanda a oportunismo.

Guilherme disse...

O PS devia era arranjar um candidato do PSD e assim o laranjal já ficava contente.

Há alguns raciocínios que são incompreensíveis de perceber e escapam a qualquer lógica de justiça e racionalidade.

Tudo o que na Póvoa é PS é mau e corrupto e tudo o que na Póvoa é PSD é bom.
Muito bem fiquem lá com esses argumentos, mas podiam, pelo menos de vez em quando falar de casos de corrupção concretos, tipo:
MARDEBEIRIZ - O presidente da CMPV cria uma empresa imobiliária que se dedica a negócios imobiliários na cidade onde é presidente da Câmara!
(ai desculpem , é do PSD(Póvoa, não se pode falar....)

CASO DOURADO- Um complot entre vice-presidente da CM da Póvoa e António Dourado para roubar dinheiro à caixa nacional de aposentações.
(ai desculpem, são do PSD/Póvoa, naõ se pode falar)

Funcionários da Câmara Municipal da Póvoa que vão fazer serviços de limpeza às quintas dops veredores da CM da Póvoa em Ponte de Lima.
(ai desculpem, são do PSD/Póvoa, não se pode falar)

Apartamentos em tudo o que é edificio na Póvoa para o vice-presidente da CM da Póvoa.
(ai desculpem, é do PSD/Póvoa só pode ser pessoa honesta)



Veja-se o cúmulo de até os militantes do PSD que apoiam Renato Matos (não são assim tão poucos) são insultados pelos laranjas poveiros, provavelmente com medo de perderem este hábito de viverem às custas da Câmara Municipal e portanto á custa dos poveiros sem saberem o significado da palavra trabalhar.

Não conheço ninguém que possa questionar a honestidadee de pessoas como o Prof. Filomeno Terroso ou do Dr. Renato Matos, apesar de serem aqui insultados.

Não gostam do Dr. Renato Matos??
Ficava eu preocupado se gostassem.

Vão começar com os habituais insultos e invenções e perseguições que fazem sempre que há eleições?
(quem não se lembra do que fizeram ao Eng, José Cerejeira?!)
As pessoas já perceberam essa táctica torpe e baixa, daqueles que são tão impolutos, tão honestos e tão sérios que passaram os últimos 20 anos a roubar a Póvoa e os Poveiros!

Anónimo disse...

Resposta para estes últimos comentários:

Vocês estão completamente cegos, não conseguem enxergar patavina, infelizmente e lamentavelmente!,

O que se pretende é dar um contributo sério e positivo, é pôr a dedo na ferida, e tentar curá-la, infelizmente a politica funciona um pouco como no futebol, perde-se a racionalidade com muita facilidade e a reacção é sempre emotiva e descontextualizada, neste plano não sei nem quero estar!

Não insultei ninguém, apresentei factos provados e conhecidos, "chamei os bois pelos seus nomes", chamei a atenção para os caminhos erróneos que se pretende agora trilhar,

Só tenho um objectivo; conseguir que a democracia funcione com seriedade e elevação, conseguir com que a politica seja uma actividade digna e interessante, contribuir para que o futuro da Póvoa seja diferente e com protagonistas diferentes mas sérios e desinteressados.

Não tenho partido nem quero ter (abomino!) mas quero que o PSD e Macedo Vieira sejam confrontados por adversários capazes de o derrotar e que o derrotem mesmo!!!

J.J. Silva Garcia teve o mérito de criar essa esperança, por favor não invertam nem subvertam o processo necessário para lá chegar!

Guilherme P. disse...

Ouça, ninguém aqui questiona o mérito de JJ Silva Garcia, bem pelo contrário, amigo.
essa táctica de dizerem que o último candidato é que era bom foi sempre utilizada pelo PSD Póvoa.

Quando José Cerejeira foi candidato pelo PS passou a ser insultado de forma baixa por tudo e todos e já vinha esse argumento:
"...Gil da Costa é que era..."
Diziam as vozes do costume.

Quando Silva Garcia foi candidato, passou a ser insultado por tudo e todos e lá veio o mesmo argumento:
"...Cerejeira é que era..."

Agora que aparece o Renato Matos, na falta de argumentos insultam o pai (muito triste e injusta essa atitude para quem conhece o Sr. Ilídio) e voltam ao rebuscado
"...o Silva Garcia é que era..."

Talvez fosse interessante era questionar aqulio que este poder autárquico tenta fazer sempre que aparece alguma voz crítica com destaque na sociedade civil.
assim foi com José cerejeira, assim foi com Silva Garcia e assim o é agora com Renato Matos.

Não vale a pena vestirem a pele de cordeiro quando é visível o que tentam fazer...

Querem discutir de forma séria?
Então discutam políticas, os problemas da Póvoa e deixem-se de tentar atacar as pessoas.

Maria da Terra disse...

Deviam ter votado no Agonia quando ele concorreu à cãmara municipal vestido de camisola poveira e tudo

Anónimo disse...

Aqui ninguém falou de jj garcia por ser o ultimo candidato, aqui falou-se em Silva Garcia por ter sido o unico canditado em mais de 30 anos que afrontou "a sério" o partido do poder, aqui foi dito que o caminho a seguir seria continuar a afrontar "a sério" e não retroceder com candidatos juniores e de "aviário", que não passarão de uma bricadeira para M. Vieira se divertir na campanha, registe bem isto e depois das eleições verá como anda iludido!!!

Anónimo disse...

"Querem discutir de forma séria?
Então discutam políticas, os problemas da Póvoa e deixem-se de tentar atacar as pessoas."

LINDO. UM COMENTADOR ATINGIDO NA SUA HONRA, OU EM DEFESA DE AMIGOS OU COMPANHEIROS DE PARTIDO, PEDE PARA, NESTE BLOG, REPITO, NESTE BLOG, SE DISCUTIR DE FORMA SÉRIA A POLÍTICA LOCAL E NÃO ATACAR AS PESSOAS. NESTE BLOG, REPITO. ELE NÃO DEVE VIR CÁ ESPREITAR MUITAS VEZES, GARANTO-VOS. FOI O MELHOR COMENTÁRIO DE SEMPRE.

póvoa de varzim online disse...

Pois o Garcia foi sério mas deixou o barco a meio, sejá lá porque motivo for.

póvoa de varzim online disse...

Aqui neste blog pretende-se discutir coisas sérias mas é impossível com os ridículos que temos no poder.

Mas prometo que vou tentando, eu vou tentando.

Anónimo disse...

É engraçado ler a origem destes comentários. Temos um convicto e legítimo militante do PSD Póvoa (situação corroborada por outro comentário) a acusar o Macedo de comunista encapotado. Mas então quem escolheu, e continua a escolher, o Macedo para candidato pelo PSD. Suponho que seja o PSD local... Ou estou enganado?

Anónimo disse...

Quem disse que no Barracão não se pode construir? alguém quer apostar?
Se até na Marginal Avª de Banhos se pode. Sabem por acaso quanto passam a valer os novos Mamarrachos? Então nada de Santinhos.

Anónimo disse...

Alguém deixou aqui um extenso e interessante comentário sobre o historial do PS na Póvoa. Pena não existirem mais comentários assim, que confirmem ou contradigam estes dados, mas de forma constructiva. Gostaría de acrescentar a esse historial a passagem do Dr. Duarte pelo Pelouro da Cultura, que se revelou uma nulidade total. Total mesmo! Só ultrapassada em mediocridade pela passagem no mesmo pelouro do inefável "Dr." Sousa, no tempo do Manuel Vaz. Não admira que, após 4 anos da presença do Dr. Duarte na Câmara, o PS tenha perdido a mesma vereação para o candidato da CDU, um partido sem qualquer expressão na Póvoa.
O que arrepia é a questão:
Será Renato Matos um novo Dr. Sousa?
Mas infelizmente não temos outra escolha.

Anónimo disse...

Não sei quem é esse Dr. Sousa, mas uma coisa sei, o Dr Renato Matos não tem nada a ver com a gentalha que nos tem (des)governado.

A Laranjada local anda muito nervosa...

Anónimo disse...

Agradeço ao anterior post o reparo.
Eu não me queria referir no final do comentário ao troglodita do "Dr." Sousa (PSD), mas sim ao seu sucessor, um pouco menos incompetente, Dr. (este sim Dr.) Duarte (PS).
Estamos esclarecido?