domingo, 31 de maio de 2009

desculpe drª maria josé morgado... ...

... ...mas essas palavras são minhas e aplicam-se integralmente à cidade da Póvoa de Varzim e aos seus autarcas.

Assim sendo, quer-se mais investigação e menos falatório, porque de falatório já estamos todos fartos.

Apenas um extracto:

«Através do tráfico de informações privilegiadas conseguem adquirir grandes parcelas de terreno ao preço da chuva, muitas vezes em locais que se vêm a tornar valiosos em função de alterações de planos de urbanização ou de pormenor ou mesmo do PDM», acrescentou.
Desta forma, diz Maria José Morgado, quem entra nestes esquemas consegue vender terrenos cem ou 200 vezes mais caro do que comprou numa diferença de semanas ou meses, uma prática que se tem vulgarizado e não tem sido penalizada, por ser difícil de detectar.

Leia e ouça o resto na TSF aqui.

Só para lembrar.
























sexta-feira, 29 de maio de 2009

aniversário


Não fosse a utilização dos meios judiciais por dois funcionários da autarquia poveira para calar a liberdade de expressão e hoje o extinto povoaonline faria 4 anos de existência a divertir quem vem cá ler.









quinta-feira, 28 de maio de 2009

curtas do pinguinhas (6)






Estou aqui incomodado com a minha senhora. Agora lembrou-se de dizer que eu sou gordinho, peludo e baixinho. As mulheres têm memória curta. A culpa é minha que lhe compro essas revistas do jet-set.

O que me safa é que na hora do aperto é o bife do lombo que tenho antrepernas que ela mais gosta e ainda faz rosquinha com os cabelos do peito, coisa que o Figo já não tem.

Eu também quando olho para a minha senhora imagino outras coisas.




video



Vamos às notícias escaldantes.


1- O Adeus do Capitão. Eia! Vai-se embora para a França às tantas. Mas disseram-me que ele vivia na Póvoa. Alexandre pá, não te vás embora. Aparece sempre por aí. Paris está em crise, Toronto também e os States pior ainda. Deixa-te ficar na tua terrinha.

2- Processo do Novo Hospital Vai Arrancar. Eia! Isto é que são boas notícias e significa que os nossos autarcas da região, o meu compadre Mário de Almeida e o meu compadre e amigo Macedo Vieira estão a fazer um excelente trabalho. Enganei-me. Afinal é o Hospital do Agonia. Não interessa. Mas é o Mário que dá o terreno e o Macedo o know how. Viva!

3- Não o deixei ir para Espanha nem para o Porto. Eia! Estragaste a vida ao rapaz. Assim teve que acabar a carreira na Póvoa e dizer adeus aos poveiros que pensam que ele vai emigrar. Vê lá se cortas o cabelo pá!

4- Póvoa Futsal Garante Terceiro Lugar. Eia! O terceiro lugar dá entrada directa na UEFA. Temos que dar os parabéns ao Aires e ao João Couto que vibra com os resultados. O rapaz está tão entusiasmado com o futsal que a esposa já vai ser promovida na Câmara. Continua João!

Não sei se os compadres conhecem o Quim Pirata? Arranjou-me uma box para ver aqui uns canais que até estou tonto. Estes homens é que deviam ser homenageados. Como aqueles que há uns anos instalaram uma parabólica que apanhava uns canais estrangeiros que até se via pornografia nas montras.

Até à semana compadres!













quarta-feira, 27 de maio de 2009

macedo vieira: mais uma primeira pedra!



Foi lançada a primeira pedra do novo Hospital criação do empresário poveiro Manuel Agonia, um homem que se habituou a fazer do lucro o seu conceito de vida.

Por esse motivo, pouco há a esperar deste novo empreendimento, vocacionado por natureza para as classes abastadas da sociedade portuguesa.

Tratando-se de primeira pedra tinha de lá estar Macedo Vieira. Cuidado Agonia! As primeiras pedras com esse correm sempre mal.

A dúvida que me assalta é a seguinte: e então o outro hospital, iniciativa de Macedo Vieira e Mário de Almeida que até já estão a construir os acessos?










macedo vieira com vital moreira


E foi com enorme entusiasmo que Macedo Vieira disse “presente” na apresentação da candidatura de Vital Moreira às eleições europeias.

Felizmente não houve qualquer pedra para lançar.


terça-feira, 26 de maio de 2009

obrigado! obrigado! obrigado! obrigado! obrigado!


Honestamente pensei que o meu rádio estava avariado quando por volta das 20 horas o sintonizei na Rádio Onda Viva. Obrigado, obrigado… …, repetiam as vozes.

É a única rubrica por que sintonizo a Rádio Onda Viva, tal como a Rádio Mar, em si mesmas tipicamente rádios locais, não só pelo amadorismo dos que aí laboram, mas também pela insuficiente qualidade.

Nestes dois aspectos ambas se equivalem, sendo que em termos de jornalismo até considero superior a Rádio Mar, tendo em conta que os seus colaboradores são basicamente os mesmos que editam o jornal Póvoa Semanário, o que não deixa de ser relevante.

Verifiquei posteriormente que afinal a expressão estava a ser utilizada porque a própria rádio teria encomendado uma sondagem que lhe daria 38,1% de audiência, bastante superior à outra local, e deixando para trás as nacionais como a Rádio Renascença com 14,6% e a RFM com 10,8%.

Para além da despesa com este estudo, questiono-me sobre o interesse que teria uma rádio em encomendar uma sondagem que não lhe desse a vitória.

Basicamente: se a Rádio Mar fizesse o mesmo e o resultado fosse a vitória da Onda Viva será que publicaria os resultados?

No fundo, ambas são o retrato da pobreza de informação que existe na Póvoa de Varzim, que se tem agravado desde que Macedo Vieira tomou conta do poder há 16 anos.

São ambas péssimas, mas em termos de site prefiro largamente o da Rádio Mar ao da Onda Viva.

A ideia de colocar os noticiários online é no mínimo brilhante.






segunda-feira, 25 de maio de 2009

marinho pinto vs. manuela moura guedes

Esta tipa é tão reles que publico uma parte mais extensa da entrevista.


onde está o dinheiro?


Quando tudo faria supor que a Direcção do Varzim liquidasse os 4 meses de salários em atraso, eis que o imprevisto aconteceu:
A Câmara Municipal só entregou parte do subsídio no montante de 350 mil euros previstos, numa altura em que o clube foi vítima de um assalto, algo que já se vem tornando hábito na cidade.
Bem que um leitor estava informado quando comentou que a autarquia não tinha o dinheiro.
Será que Lopes de Castro só tinha parte dos documentos que Macedo Vieira pediu?
Intrigante.














sábado, 23 de maio de 2009

kathleen




It's plain to see, the sun won't shine today
But I ain't in the mood for sunshine anyway
Maybe I'll go insane
I got to stop the pain
Or maybe I'll go down to see Kathleen.

A swallow comes and tells me of her dreams
She says she'd like to know just what they mean
I feel like I could die
As I watch her flying by
Ride the north wind down to see Kathleen.


Stars hang high above, the oceans roar
The moon is come to lead me to her door
There's crystal across the sand
And the waves, they take my hand.
Soon I'm gonna see my sweet Kathleen.

Soon I'm gonna see my sweet Kathleen.



Um poema lindo de Townes Van Zandt e uma canção adaptada pelos Tindersitcks que é um hino ao amor.

Para os que quiserem as canções de Townes Van Zandt recomendo ir ao C-60 Low Noise, mas com calma.
















sexta-feira, 22 de maio de 2009

dúvidas do varzim

Notícia do Póvoa Semanário


Há cerca de duas semanas, Macedo Vieira, em entrevista, dizia que a Câmara não paga salários aos jogadores do Varzim, querendo com isso dizer que o subsídio que é atribuído ao clube é destinado à formação, no âmbito do protocolo estabelecido.

Neste momento o clube deve 4 meses de salários aos jogadores e prepara-se para os liquidar através do tal subsídio de 350 000 euros que vai chegar agora, depois de Lopes de Castro ter chamado forreta à autarquia e Macedo Vieira ter pedido para mandar os documentos, como resposta.

Ora o Varzim não está a desviar uma verba que se destina a um fim para outro?

E depois de liquidar os salários onde vai o Varzim buscar dinheiro para pagar os sucessivos meses que por aí virão?

É que eu tenho como certo que tanto o Varzim como o Clube Desportivo da Póvoa não vão sair das actuais instalações.

Não me perguntem como sei. Basta analisar a situação conjuntural.






quinta-feira, 21 de maio de 2009

curtas do pinguinhas (5)








portugal


Parece que ainda foi hoje o dia em que o meu compadre e amigo Macedo Vieira me convidou para ir ao Rio de Janeiro.

Que grande homem é este meu compadre. Poucos fariam uma coisa dessas: convidar um homem simples, do povo, como eu.

Ao contrário de outros eu levei a minha senhora, embora ela estivesse sempre cheia de calor, coitada. Aquele reumatismo dá cabo dela.

Peguei nos meus calções de quando jogava nos Unidos ao Beiriz e fui para a praia.

Eu até aí só tinha visto por postais, mas quando elas começaram a passar não resisti compadres, eu que sou um homem bem sucedido entre elas:

Bota gel! Gritava eu. E elas riam.

É só brilhantina pró cabelo! Gritava eu. E elas já respondiam: portuga safado!

E depois… … Bem. Vamos trabalhar.

1- Novas Esquadras Garantem Mais Segurança Na Região. Eia! Vamos todos viver para as esquadras. É a única forma de estarmos seguros. Os polícias não saem das esquadras. Só saem para multar. E as moças a serem assaltadas à meia-noite. Isso é malvadez compadres. Tirem os polícias das esquadras, pá!

2- Luís Oliveira Rompe o Silêncio e Fala do Passado. Eia! Ele ainda outro dia andava aí a caminhar, o homem, e rompeu o silêncio? Deve estar cheio de dores. E agora vem falar do passado? Este é outro do "ó tempo volta pra trás, traz-me tudo o que eu perdi”. É de ter pena. Caído, com aquele cabelo à venezuelano. Até o Mariz copiou o estilo.

3- Gomes Alves Sucede a Luís Rocha na Associação Comercial. Eia! Está cheio de vaidade este Gomes Alves. Eu quando o vi pela primeira vez até julguei que se tratava de um assaltante. E depois ao lado do careca ainda ficou pior. A minha senhora até deu um grito quando os viu juntos.

4- Poveiros Em Caminhada Pela Solidariedade. Eia! E lá estava a Aurora Cunha, a verdadeira, e o meu compadre Macedo Vieira que nunca falta a estas coisas da solidariedade. Carago! Se não fosse eu ia dando dois nhenhos num rapaz que disse que ele era forreta. Quem é que é forreta? Quem é que é forreta? Passa pra cá os documentos! Disse o Macedo Vieira. E o rapaz fugiu.

Já tenho ali uma aguinha quente que a minha outra empregada pôs na banheira para lavar a grila.

Até à semana compadres.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

macedo vieira já ganhou!


É já amanhã, 5ª feira, que será conhecida a grande sondagem encomendada por Macedo Vieira, com a colaboração da Rádio Onda Viva, Voz da Póvoa e Comércio da Póvoa, e que vai justificar a candidatura daquele a um quinto mandato, injustificado e injustificável.

Sei de fonte segura que essa sondagem dá uma vitória ao caudilho com 70% das intenções de voto, sendo que Renato Matos terá uma votação inferior à de Silva Garcia, ficando pouco à frente de CDS e CDU, quase empatadas nos seus resultados.

Macedo Vieira está feliz e já afirmou que confia na sabedoria do povo e o povo é que decide, num velho estilo MDP-CDE que tanto o afamou.

Ao procurar justificar os 20 anos à frente da autarquia Macedo Vieira gaguejou, mas após chupar uns rebuçadinhos do Dr. Bayard lá afirmou que a Póvoa precisa dele, um homem visionário e um político que não é profissional, mas apenas serve a causa pública.








aurora cunha machado é o eleito

Fotos do jornal Voz da Póvoa

Foi com enorme ansiedade que aguardei o resultado da escolha do candidato da CDU à Câmara Municipal da Póvoa de Varzim.

A CDU na Póvoa de Varzim representa a cultura, os Festivais, a poesia, a música, as letras, a Maria do Mar, o João Sem Lei, o Zé, o Aires, o poder.

Vem sempre aquela conversa da esperança, da mudança, da vontade, da solidariedade, das lágrimas pelos perseguidos pela PIDE.

Canta-se Zeca Afonso, bebe-se vinho do Alentejo, come-se broa de Bragança, queijo da serra e convida-se o mineiro, o pescador, o lavrador e o traidor.

Todos se abraçam desde o engenheiro ao doutor, do marceneiro ao polidor, naquele gesto de fraternidade só visto na CDU.

A notícia correu rapidamente: o candidato da CDU era o mesmo de há 9 anos, o Aurora Cunha Machado, braço direito de Macedo Vieira, o que entrega requerimentos na Assembleia da República a pedido dele e para satisfazer interesses que ele prossegue.

Vejam só o último e super interessante:

Como o leitor sabe a Brigada Fiscal da GNR que está instalada na Fortaleza está de partida.

Pois Macedo Vieira, ao abrigo de um protocolo celebrado com o Governo, no qual o edifício reverteria para a posse da Câmara, pretende lá instalar uma espécie, sim uma espécie, de posto de turismo e está ansioso que isso seja concretizado, se possível no São Pedro para a respectiva inauguração.

E quem foi dar uma mãozinha ao Zé com um requerimento dirigido ao Governo a exigir explicações sobre as razões pelas quais o protocolo ainda não estava concretizado?

Precisamente o Aurora Cunha Machado, o qual aproveitando uma prova de caminhada (desta vez) em que participou a verdadeira Aurora Cunha, perdeu-se no caminho e foi parar a Lisboa.

aurora cunha



Na sessão de apresentação lá estava o representante de Macedo Vieira, antigo militante do MDP-CDE, José Maria Reina, o tal que meteu uma valente cunha para o filho entrar para a Câmara, após anos de degredo.

bruno reina corrupção
Aurora Cunha Machado amigo, o povo está contigo!






terça-feira, 19 de maio de 2009

a póvoa de varzim de macedo vieira


O abandono da cidade e o investimento em betão através de obras de gosto mais que duvidoso foram as duas grandes características dos 4 mandatos de Macedo Vieira como Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim.

Sempre que passo nesta rua é esse sentimento que me assalta.

Fico com a ideia de que a recuperação dos imóveis não garante fortuna aos políticos.





segunda-feira, 18 de maio de 2009

caldeira figueiredo rua!


Parece-me pacífica a ideia de que Caldeira Figueiredo, Presidente em exercício do Clube Desportivo da Póvoa, já não reúne condições éticas e pessoais para continuar à frente da instituição por mais tempo.

O seu dúbio comportamento relativamente ao negócio dos terrenos do Clube e a apresentação em jornais locais do projecto da sua autoria, muito antes de estarem definidas as condições e a aceitação da saída do espaço em frente à praia pelos associados reunidos em Assembleia-Geral, leva-me a pensar, com elevado grau de certeza, que o próprio tem fortes interesses económicos em que tudo avance às três pancadas.

Os estatutos do Clube permitem a convocação de uma Assembleia-Geral extraordinária, desde que 50 associados, em pleno uso dos seus direitos, a convoquem, dirigindo o requerimento ao respectivo Presidente e invocando a motivação para o efeito.

Nessa Assembleia-Geral extraordinária é possível a destituição dos órgãos sociais eleitos, "por maioria simples".

Leiam os estatutos aqui, nomeadamente os artigos 12.02.03, 12.03.02, alínea c) e 12.03.03, alínea a) e apresentem um requerimento. Bastam 50 associados e eles existem.

É preciso correr com este Caldeira Figueiredo.

É preciso parar com a destruição do Clube.

A partir de hoje e durante 10 dias está a correr uma sondagem sobre se Caldeira Figueiredo continua com condições para estar à frente do CDP. O que acha o leitor?


























love will tear us apart


Corria o ano de 1980.

Nas rádios nacionais algo de novo rompia o som habitual. Um misto de Velvet Underground, de The Doors e punk rock. O som era pesado, negro e triste.

Quatro jovens de Manchester não tinham a mínima ideia do impacto que a sua música estava a ter por todo o mundo.

Eram os Joy Division com o album "Closer" e o single "Love Will Tear Us Apart".

Três deles formariam posteriormente os New Order, uma das maiores bandas de todos os tempos.

É que em 18 de Maio de 1980 Ian Curtis, o vocalista, suicidava-se por enforcamento em casa dos pais.



When routine bites hard,
And ambitions are low,
And resentment rides high,
But emotions won't grow,
And we're changing our ways,
Taking different roads.

Then love, love will tear us apart again.
Love, love will tear us apart again.

Why is the bedroom so cold?
You've turned away on your side.
Is my timing that flawed?
Our respect runs so dry.
Yet there's still this appeal
That we've kept through our lives.

But love, love will tear us apart again.
Love, love will tear us apart again.

You cry out in your sleep,
All my failings exposed.
And there's a taste in my mouth,
As desperation takes hold.
Just that something so good
Just can't function no more.

But love, love will tear us apart again.
Love, love will tear us apart again.
Love, love will tear us apart again.
Love, love will tear us apart again.












sexta-feira, 15 de maio de 2009

eu apoio renato matos


Amanhã, Sábado, pelas 21 horas, estarei presente na apresentação da candidatura do Dr. Renato Matos à Presidência da Câmara Municipal.


Não me interessa se ele vai em representação do Partido Socialista, do qual não sou militante nem simpatizante, como não sou de qualquer outro partido, mas consigo ver na sua pessoa a figura da mudança na cidade da Póvoa de Varzim, uma cidade mais equilibrada, mais justa, mais organizada, mais segura, mais verde e, acima de tudo, mais transparente.


O evento é no Hotel Vermar e a sua presença é extremamente importante para motivar Renato Matos a enfrentar, com toda a força, a máquina já ferrugenta do PSD.


É tempo de correr com Macedo Vieira e Aires Pereira, dois parasitas que mais não têm feito do que destruir a cidade.





mss falida



Terão passados cerca de dois anos.

Aires Pereira, o vereador com o pelouro do Desporto anunciava, com pompa e circunstância, a criação da LA-MSS-PÓVOA, a equipa de ciclismo que iria fazer furor por essas estradas portuguesas, ao mesmo tempo que, de forma a majorar o negócio das bicicletas do amigo Zeferino, era criado o Póvoa Cycling Club que viria a transformar-se no Póvoa Futsal Club, depois do rebentamento do escândalo do doping envolvendo vários ciclistas e dirigentes.

Da noite para o dia.

Facilmente a MSS, empresa ligada a obras de construção civil, penetrou no difícil mercado da Póvoa de Varzim, obtendo como primeiro sucesso a empreitada da remodelação do Museu Municipal por um preço bem abaixo do valor base estipulado pela autarquia no concurso.

Ao mesmo tempo, mas de forma mais discreta, obtinha a empreitada de Remodelação e Ampliação da Escola Primária de Refojos, em Aver-o-mar.

Sem sucesso. Em 24 de Março passado a MSS apresentou requerimento de insolvência do Tribunal de Comércio de Vila Nova de Gaia.

A população de Aver-o-mar e principalmente as suas crianças, vêm frustradas as suas expectativas de verem a sua escola melhorada e as condições para a sua frequência mais aprazíveis.

Ao jornal local Comércio da Póvoa Macedo Vieira informou que pagou integralmente à MSS os 450 000 Euros, queixando-se no entanto que do QREN não veio o apoio em cerca de 300 000 Euros.

Tudo isto é muito estranho.

Se a MSS não concluiu a obra tendo, no entanto, já recebido a quantia na totalidade não deveria a Câmara tratar de demandar a empresa?

Ou fica tudo entre amigos do ciclismo?





quinta-feira, 14 de maio de 2009

curtas do pinguinhas (4)


portugal




É sempre assim. Um homem é vítima da sua própria popularidade. Um dia destes encontrei o meu compadre Armando Marques que tem a mania que se dá só com as elites.

Diz-me ele já com sinais de botox da uva na cara: Pinguinhas tens que aparecer ali no Firmino ao Sábado à tarde, pá. Temos lá uma tertúlia de intelectuais.

Fiquei à rasca, eu que sou um homem do povo. Respondi-lhe: és um céptico. Mal eu sabendo o que isso significa.

Mas a bologosfera tem destas coisas. Um homem aprende a desenrascar-se mais facilmente.

1- Sem rostos pela Mudança na Póvoa. Eia! Eu vi logo compadres. A coisa está feia para tirar de lá o Macedo Vieira, o meu compadre e amigo. Eu até pensei que fossem os mesmos que estavam na inauguração da Via B. Mais bigode menos bigode. É difícil arranjar rostos e, claro, o ps está sem rostos. É preciso não desanimar.

2- Amigos da Praia Estão Contra o POOC e Querem Mais Limpeza. Eia! Eu também sou amigo da praia, sou amigo do Zé Manel Melrinho e digo-te mais João Grande: tu num gostas de praia. Mas estes amigos da praia estão contra o POCC porquê? Eles deveriam estar contra os mamarrachos que foi a Câmara Municipal que autorizou. Abre os olhos Julião. A vida num é só fuxibol.

3- Rotários do Recife Visitaram a Póvoa. Eia! Estes tipos não são do Recife. Eles são é ali de Benidorm ou coisa assim. Então eu fui lá para eles me levarem uns tomatinhos para o meu compadre Mariano que está em Pernambuco na Baía e eles disseram que já estava tudo cheio. Vindes para cá com os tomates cheios, é o que é. Malandros!

4- PCP apresenta candidato à Câmara. Eia! Quando li esta notícia até fiquei nervoso. Quem será? O PCP tem sempre umas figuras de prestígio, intelectuais com ar de quem escreve livros, mesmo que não os leiam. Óculos graduados, roupa boa, casas modernas, pais ricos. Penso ser a notícia da semana. Vamos ver quem vão escolher, porque pode decidir as próximas eleições, numa viragem à esquerda que o povo não quer.

Esta semana estou aqui a fazer serão. Ouvi que vai dar aí um filme em que aparecem umas tipas despeitoladas e já mandei a minha senhora para a cama.

Ela só disse: num te deites tarde home!

P.S. O meu compadre Secundino pediu-me se podia aparecer no blog. Vai lá pá!

















quarta-feira, 13 de maio de 2009

são pedro era careca... ...


Um clássico exemplo de destruição do belo património imobiliário que a cidade da Póvoa de Varzim possuía é o Mercado Municipal.

Há umas semanas, num jornal local, alguém identificou o arquitecto responsável por este crime. Esse tipo deveria pedir desculpa e o seu nome ser banido das referências a arquitectos.

Macedo Vieira anda cheio de ideias que não passam disso mesmo. É o centro histórico da Matriz, é o Garrett, é o Parque da Cidade que vai ser um Parque Desportivo e não de lazer, é a importação de Serralves que foi um fiasco, enfim, é um rol de redondos falhanços.

A falta de dinheiro fê-lo recuar no projecto de reconstruir os dois belos torreões que um arquitecto resolveu destruir para implantar o mamarracho em pleno centro da cidade.

Obras de “pó de arroz” resolveriam o problema: duas de mão por fora e umas valentes estocadas por dentro e tínhamos a gestação de um “novo mercado”. Total deboche sobre a cara dos poveiros em geral, e dos comerciantes em particular.

Finalmente estão prontas as tão aclamadas obras, mas da sua inauguração nem sinal: a fanfarra, as tricanas a dançar, os acompanhantes laranjas do costume, e a plaquinha alusiva ao evento com o nome do caudilho em destaque, nada.

De repente lembrei-me: está próximo o São Pedro.

Como este ano foi o mais pobre de sempre de Macedo Vieira, no que a obras diz respeito, felizmente, eis que, sim, será o Mercado a grande obra a inaugurar na querida data dos poveiros.

Que nunca se preocupem os cidadãos: com Macedo Vieira há sempre festa na rua.






terça-feira, 12 de maio de 2009

energie a pilhas


A empresa Energie, da Póvoa de Varzim, perdeu a certificação de produtora de equipamentos solares térmicos, apurou o PÚBLICO. O laboratório alemão que tinha certificado os seus produtos retirou-lhe essa classificação, no final da semana passada.


Embora a questão pareça iminentemente técnica, o alcance é sobretudo económico. Na parte técnica, o que está sobretudo em causa é o facto de os chamados painéis da Energie usarem a energia eléctrica não de forma subsidiária, mas como fonte principal, o que não acontece com os colectores solares térmicos. O resultado é uma expressiva factura eléctrica que os colectores solares térmicos não têm. Ou seja, quem compra um sistema como o referido a pensar que é um colector solar térmico pode ver a sua conta de electricidade aumentar em vez de diminuir.




Agora já sei quem pagou a água quente na Praia da Lagoa em pleno Verão de 2008, onde até o Macedo Vieira foi lavar as mãos com sabonete.


Foi você seu burro, na factura da EDP! Eh eh eh! Ele a provar a água. Que figura! Eh eh eh! "Banhos solares", diz o cartaz. Eh eh eh! Só falta o Lexotan com as francesinhas. Eh eh eh!








macedo vieira recua


Em recentes declarações à Rádio Mar, Macedo Vieira demonstrou os medos quanto ao futuro do empreendimento para a zona do estádio do Varzim e do pavilhão do CDP. São declarações de tal forma disparatadas que nem a sua transcrição fidedigna transmitem uma pequena ideia da confusão mental do autarca. Vejamos:


Neste momento está tudo em aberto, num é?, quer dizer, nós, aquela é uma proposta do Gabinete que a Câmara subscreveu à discussão, num quer dizer que vá aprovar aquilo e portantos vamos ver qual é a sensibilidade da sociedade poveira em função, portanto, em função da discussão pública, do que for a sensibilidade dos partidos, da sensibilidade da população e iremos tomar depois a decisão final.

Preocupado com a crise mundial e o estádio do Valência que está “um esqueleto”, Macedo Vieira disse que havia:

“Falta de apetites para a zona do actual estádio”.

Sobre as relações da Câmara com o Varzim, Macedo Vieira acrescentou:

“A Câmara não paga salários a jogadores”. Querendo com isto dizer que não subsidia o Varzim, mas tem um protocolo em que a autarquia entrega, como apoio, o valor de 350 000 Euros.

Vá lá entender-se este tipo!










segunda-feira, 11 de maio de 2009

o super homem!





Ele ficou doente quando Carlos Mateus apresentou a candidatura numa época em que havia um forte descontentamento no clube.

Pior ficou quando uma sondagem venenosa do extinto povoaonline conferia a Mateus a vitória nas eleições.

Com base em sms’s e email’s que mandou para todos os amigos dos amigos e alguma impreparação de Carlos Mateus na apresentação do seu programa conseguiu renovar o mandato.

Respirou de alívio.

Ele já tinha pronto, no seu gabinete de arquitectura, um projecto para a denominada zona E54 correspondente aos terrenos do Varzim e do Desportivo.

Tudo corria sobre rodas até que a Câmara decidiu entregar a outro gabinete.

A partir daí deu início às críticas em privado sobre o projecto recentemente proposto pelo Macedo Vieira. “É uma porcaria”, dizia ele.

E passou essa ideia aos amigos mais próximos, os quais colaboraram transmitindo-a a terceiros.

Mas não se deu por vencido.

Contactou o jornal local “Comércio da Póvoa” para apresentar o projecto que ele e o seu gabinete já têm para as instalações futuras do Desportivo no Parque da Cidade (ver edição de 7 de Maio).

Imparável. Trabalhador incansável. Faz projectos sem saber se eles vão ser implementados.

Sim. Porque são os associados do Clube Desportivo da Póvoa que vão decidir em Assembleia-Geral se o clube muda ou não para o Parque da Cidade, permitindo ou não a aberração que ali vai ser instalada e, acima de tudo, que Caldeira Figueiredo seja um dos interessados directos no negócio e receba uma choruda quantia.

Um tipo destes não reúne condições para continuar à frente do Clube Desportivo da Póvoa e é muito importante que os associados tenham esse pormenor em conta no futuro.

Entretanto e porque a memória dos poveiros é curta deixo a lista daqueles que com ele estão a colaborar, ainda que agora se manifestem contra.

Claro. Só nos preocupamos quando as coisas nos afectam directamente.

Para memória futura.






sexta-feira, 8 de maio de 2009

política pela positiva


Depois de um arranque fulgurante e de uma parte final em esforço, Fatboy Serrano perdeu a sondagem para José Nogueira, o independente do CDS que já foi do Partido Comunista mas que não quer nada com aquilo, o CDS, segundo o próprio.

Este é um problema transversal ao CDS poveiro: a perda de identidade do partido a nível local.

No fundo quem continua a mandar ainda é Campos Cunha e quando se fala em CDS na Póvoa de Varzim o primeiro nome que vem à baila é o do ex-vereador e construtor civil.

Tudo o resto são trabalhadores nas horas vagas que nem os serviços mínimos cumprem.

Para o caracterizar é preciso perceber o que acontece na Câmara do Porto onde uma maioria de Rui Rio é sustentada por um pacto político com o CDS, o qual recebeu como pagamento a nomeação do genro de Campos Cunha para vice-presidente.

Perante este facto político toda a actividade, como oposição, do CDS na Póvoa de Varzim está condicionada, porque declarar guerra ao PSD local poderia colocar em risco a sintonia portuense.

Acresce que Pedro Guimarães, que só não foi ainda corrido porque é Campos Cunha que o segura, precisamente para prosseguir o interesse atrás descrito, é funcionário do CITEX, local de trabalho do agora falido, mas porta voz do PSD na Assembleia Municipal, João Costa, o que o impede de ser contundente com a política autárquica de Macedo Vieira.

Verdadeiramente, o CDS tem sido mais oposição ao PS do que ao PSD, por incrível que possa parecer.

Não é de admirar, pois, que José Nogueira tenha reunido alguma simpatia da parte dos leitores do pvonline. É a única voz que se ouve a criticar Macedo Vieira, é um indivíduo conhecido na cidade e o cabelo branco transmite um ar de responsabilidade.

Apesar de não possuir o perfil ideal de candidato é o melhor dos referidos, só perdendo para Fatboy Serrano, traído nos últimos minutos pela mulher que andou a publicitar o voto no José Nogueira.

Mas vejamos o perfil dos outros, aqueles que têm surgido em eventos públicos:

Pedro Guimarães- De Pedro Guimarães já está tudo dito. Penso ser o autor da célebre frase “política pela positiva” que lhe granjeou a famigerada visita às obras da Avenida Mouzinho nos primórdios da mesma, o que causou algum constrangimento no seio dos militantes mais incomodados com Macedo Vieira. É muito fraco politicamente. De um CDS em ruínas que herdou, é ele o autor dos vidros partidos e da chuva a entrar pelo telhado. A sua saída seria uma decisão salutar.

Jorge Serrano- Jorge Serrano tem um grande problema. A sua ascendência familiar está associada à destruição do património imobiliário da cidade, por ser genro de Campos Cunha, e ao péssimo comportamento da família Quintas que tendo beneficiado de um bónus na construção do empreendimento da antiga sede, com o compromisso de manter os postos de trabalho, não cumpriu o acordado, deitando por terra anos e anos de prestígio acumulado.
Das suas intervenções como cidadão em defesa da sua cidade não recordo uma, sendo que o último dos seus escritos em jornal foi sobre o falecimento do Cónego Melo, em que vertido em lágrimas veio testemunhar uma grande amizade com o pároco. Para a próxima escreve sobre mulheres. Fica-te melhor.

Jorge Meira- É advogado em Barcelos e está tudo dito. Não é conhecido na cidade o suficiente para juntar os poveiros que já votaram CDS em torno da sua figura. Não tem tido qualquer participação cívica, política ou desportiva de forma a tornar o seu nome algo consensual.

É este CDS que, julgo eu, não passará dos 2% que a nível nacional lhe foi atribuído em recente sondagem.

Resta saber para onde irão os votos.
















quinta-feira, 7 de maio de 2009

Família de Maddie divulga retrato-falado de novo suspeito




A família da menina britânica Madeleine McCann, desaparecida da Praia da Luz, no Algarve, em 2007, divulgou esta quinta-feira um retrato-falado de um novo suspeito de envolvimento no caso.


A imagem mostra um homem que, segundo uma mulher britânica que passava férias no mesmo local, era «muito feio», com a pele cheia de imperfeições e um nariz grande, magro e com cerca de 1,50 metros de altura. Diário Digital.




Claro. Tinha de ter ar de português, ser feio e ter 1,50m.




Das duas uma: ou é mais um "fait-diver" da família ou começou a caça às bruxas.




















curtas do pinguinhas (3)



portugal



Cá atrasado telefonou-me o Fred Fonseca, o filho do meu compadre Fonseca que está em Nework, na América. Dizia-me ele: é só lesbiandade!

Entrei em pânico. Peguei no carro e fui logo ter com a Samy, a moça que me faz a limpeza na minha outra casa e disse-lhe: Ouve lá! Tu num andes aí a mostrar os peitos à vizinha!

A moça ficou meio encavacada. Mas prontos. Vamos ao que interessa.

1- A Póvoa Comemorou o Dia da Liberdade. Eia! Já comemora há 16 anos desde que este nosso Presidente (é vê-lo todo sorridente na fotografia) tomou conta dos destinos da nossa querida cidade. E houve muitas bicicletas e muita alegria. Pena que o nosso vizinho de Vila do Conde tenha organizado a Taça de Portugal de Ciclismo no mesmo dia. Ninguém sabia onde começava nem acabava tanta bicicleta.

2- Candidatos à Associação Comercial em pé de guerra. Eia! Porquê meu Deus? Já há tantas guerras por esse mundo fora. Mas vá lá. Todos querem ir para lá. Aquilo dá. Só nestes últimos cinco anos entraram mais de dois milhões e quinhentos mil euros. E de repente nada, desapareceu o dinheiro. É perguntar ao Sá Ferreira do PS quem anda às costas com a Leroy & Brandão.

3- Órgãos Sociais do Desportivo discutem possível mudança para o Parque da Cidade. Eia! É preciso discutir? Eles não foram todos eleitos na mesma lista, a do arquitecto, o tal que até tinha um projecto para aquela zona que foi recusado e agora anda aí a dizer mal deste, do Macedo Vieira. Pois é. Cuspistes no prato, amiguinho.

4- PSD e Rui Coelho aprovaram contas do Município de 2008. Eia! Este Coelho anda a desequilibrar a balança. O tipo tem muita força. O CDS queria-o muito mas ele disse que não e agora é vê-lo aí, todo aceso, uma voz crítica da oposição, como o nosso Presidente gosta. Esperemos que apresente uma candidatura de continuidade aos Bombeiros que o trabalho tem sido tão excelente que nem se vê.

Hoje estou aqui com uma dor de barriga, que nem sei o que será. Vamos ver se para a semana me sinto melhor. Deve ser gases.

Agora tenho que ir ter com a minha mulher que ela anda meio desconfiada.
















quarta-feira, 6 de maio de 2009

guerra ao enriquecimento ilícito!


É já amanhã pelas 21h30m, no Auditório Municipal, que a Câmara Municipal através dos seus directamente interessados na questão, presidente e vice-presidente, vai elucidar os poveiros sobre o que verdadeiramente se vai construir nos terrenos do Varzim e do Desportivo.

É importante a comparência de todos. É o futuro dos dois clubes e principalmente o futuro da cidade que está em discussão.

Temos que parar com aquilo que para alguns vai ser o negócio do século à custa de todos nós.




guerra na associação comercial

Momento em que Leroy & Brandão entra de rompante nas instalações, acompanhado do seu advogado, no intuito de impugnar o já agendado acto eleitoral.


Depois de anos de gestão ruinosa da associação centenária, em que só a intervenção da Polícia Judiciária poderia trazer luz sobre as actividades de Fernando Barbosa e seus colaboradores, eis que surgem duas clínicas médicas a disputar de forma acesa a liderança da instituição, em eleições que se vão realizar no próximo dia 07, sucedendo à descarada nulidade que constituiu o mandato de Luís Rocha e do seu cunhado, o vice-presidente para a formação e seus dinheiros.


Incrédulos perguntarão os poveiros: e porquê duas clínicas médicas?

Não sei. Vão investigar.