quinta-feira, 23 de julho de 2009

curtas do pinguinhas (13)


Já estava cansado de esperar pelo Quim Pirata. Até estava para ligar para a TV Cabo, mas depois lembrei-me. Oh raio, a box é pirata.

Um homem da minha idade com uns filminhos aguenta-se melhor. Isto de passar o tempo a ler jornais e livros é uma treta. Um homem gosta é de filmes de acção com história. Um filme com uma história bem contada é fundamental.

Ontem à noite estava a ver um filme muito interessante, aqueles filmes que cativam desde o início, que têm uma história que puxa a atenção. Chamava-se “Marido Ausente, Vizinha Presente” e estavam duas moças, vizinhas, a conversar, uma muito queixosa de que o marido não lhe dava atenção e que andava triste e tal, aquelas triquiteirices.

Até adormeci. Um homem da minha idade já não aguenta até tão tarde. Ainda se a minha senhora gostasse de ver, mas ela diz que eu sou um tolo, que só quero saxofone.

Compadres, de repente acordei e até fiquei trengo com o que vi. Estava a vizinha a maltratar a moça, coitada, a espezinhá-la, a tirturá-la.




video




Desliguei e fui para a cama. Hoje parece que dá repetido e quero ver se a moça ficou muito maltratada, coitada.


Esta semana é só novidades compadres.


1- Nudismo na Praia da Estela. Eia! É chamar o homem-bala para correr com aqueles nudistas. Aquilo é só gajos descolhoados e gajas com mamas pelo umbigo. Não se perde nada compadres.


2- Crise e Gripe A Estragam Férias. Eia! Será que os patrões não querem dar férias aos trabalhadores? Não percebi este título. Eu desde Março que só vejo gajos em férias. Então reformados dos bancos e da função pública, cheios de cabedal, aí a passear é aos montes. Venham as férias!


3- Último Verão Sem Tratamento de Esgotos. Eia! Temos que nos despedir deste Verão em grande então. Tantos anos na companhia da merda que até nos habituámos. São maus hábitos que se criam e se enraízam. Cá atrasado disse ao meu compadre Macedo Vieira: já cheiras mal. Ele riu-se e fez o “V” de vitória.


4- Caminhada reuniu 500 pessoas. Eia! Está em grande esta Aurora Cunha. Só não percebo é como um jornal escreve 500 e outro escreve “mais de 600”, um diz que rendeu 2 500 Euros e o outro 3 000. Ninguém percebe nada. Aqui os números é que contam e entre 500 e 600 são só 100.


Está tudo a precisar de uma box.